sexta-feira, 14 de maio de 2010

Estômago re-colonizado

Escritas e posts sobre felicidade engarrafada já há muitos! E brasileiros além-mar, além-terra por esses lados também!



Uma pena que o Brasil não é só bunda, carnaval ou caipirinha (motivo da minha transferência de morada). Redundância esteriótipa repetitivamente cansativa a parte, bem que poderíamos ser uma Nação Picanha!



Renegar a maior biodiversidade alimentar do planeta, a perfeita simbiose das três contribuições (indígena, africana e europeia) que nos originaram e que fez até Darwim repensar o caminho para Galápagos e ser 1,2 Kg de um suculento e saboroso pedaço de carne. Genial!




Aqui, começo a cultivar e andar pelo vasto rebanho do que já foi mais que testado e aprovado pelo povo (como dizem, ele é sábio), ou seja, a verdadeira cozinha de raíz brasileira, seus sabores e saberes, sua interface e descoberta por parte das "Grandes Cozinhas" e o que vamos experimentando pela Taberna...

Sem comentários: