quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

Dia dos namorados

Aqui vai uma breve explicação dos pratos:

1. Espeto no coração ensaguentado, enquanto bebemos cervejas falsas - Espeto de coração de frango com uma lágrima de redução da água de tomate - o ketchup mais puro que há - com um gaspacho gaseificado e espuma de pepino a simular uma lambreta (calma o copo de cerveja e não a moto).
2. Desenhe o seu amor com noodles de côco num caldo de marisco - Nós damos a tela (caldo de marisco) e um pincel (seringa com tinta branca) para que possa desenhar corações e outras coisas lamechas no seu ou no prato dela.

3. A batata a derreter-se pelo salmão e o queijo com o bróculo - este já afamado prato da baixa gastronomia nacional, onde uma batata fondant, um soufflé de bróculos e queijo azul em pote de courgette e um salmão cozinhado à temperatura certa, melhoram ainda com umas migas de azeite de tomilho e tangerina enquanto vos deixamos a fazer um caviar de tangerina, para poderem armarem-se em bons aos vossos amigos e dizerem que já comeram caviar
4. A mostarda chegou ao lombinho do suíno e o nabo armado em cogumelo mágico - Há muito nabo por aí armado ao pingarelho (adoramos a expressão pingarelho!) e outros armados em políticos. Este está armado em cogumelo mágico. Complementamos o lombinho de porco cozido a baixa temperatura com espuma de cogumelos, arroz de 3 tipos de cogumelos e crocantes de mostarda e mel.
5. O Eusébio está de volta. Não apenas do hospital mas também à taberna. Mas neste dia vai voltar a ser como era na década de 60 - electrizante (estamos a exagerar, vai ficar picante).
6. Corações líquidos - Tão romântico que não queremos estragar a surpresa.

1 comentário:

Anónimo disse...

Optimo! Já provei! Já têm novo menu (deois deste)? Obrigada.