terça-feira, 12 de maio de 2009

Sueca combina com 2780 Taberna


Já não é novidade que a fama da 2780 taberna chegou além fronteiras. Para além do Porto (não podia faltar a piadinha anti-tripeira!), de Monte-Carlo (onde o Chef Guerra fez demonstrações de azoto líquido), Itália (aquele meu amigo de Udine) e Montijo (não podemos gozar com o Porto e deixar a margem sul a rir), desta vez saímos numa reportagem de uma revista Gourmet, na Suécia. Toda a gente sabe que bom taberneiro gosta de uma boa Sueca. Agora que os Suecos adoraram a taberna, isso já não é comum conhecimento. Recebemos recentemente um grupo de Suecos, que fizeram questão de vir a Portugal só para conhecer o nosso restaurante, devido à referida reportagem (atenção que poderemos estar aqui a exagerar um pouco). Aqui fica a transcrição da reportagem que tanto trabalho nos deu a traduzir.

"Portugal é um país de contrastes muito grandes. Tanto tem coisas muito más, como as melhores do mundo. Tanto pode ter um cepo como o Miguel Veloso como um super fenómeno como o Rui Costa. Tanto pode construir uma aberração arquitéctónica como os prédios na Quarteira e fazer um mosteiro da Batalha ou dos Jerónimos. Tanto pode ter o centro comercial de St. Amaro com apenas 1 loja que está sempre fechada, como os 2 maiores centros comerciais da Europa. Tanto pode ter a roulote no estádio de Alvalade que não sabe fazer couratos, como pode ter o melhor restaurante do mundo. Neste caso falamos da 2780 taberna que é considerada por nós o melhor espaço para comer e beber do mundo que conhecemos. O Chef Nuno Barros e Chef Guerra criam manjares que nem os semi deuses gregos tinham direito de provar. A Chef Xardoné faz sobremesas apenas dignas de Afrodite e Helena de Troia (uma senhora que morava nas torres demolidas). Só para perceberem bem o talento destas, arriscamo-nos a dizer divindades culinárias, um dia mudaram todo o menu porque chegou um pescador à porta com uma corvina de 42 kg acabada de pescar. As iguarias criadas no momento com este magnífico peixe, fizeram cair lágrimas dos felizardos que as comeram."


Nota: O nosso sueco está um pouco enferrujado e não nos responsabilizamos por alguns pequenos erros na tradução. Mais uma vez, podemos ter exagerado um pouco. Mas muito pouco!

2 comentários:

Anónimo disse...

posso dizer??? ahan. Finalmente houve alguém que teve uma ideia inteligente...

Anónimo disse...

Caganda Trabalhinho de Copy!
recebe eeste abraço

FB