terça-feira, 28 de outubro de 2008

Menu Xico Macaco

Ligaram-nos há algumas semanas atrás de umas revistas a perguntar se iríamos fazer algum tema e pratos especiais para o halloween. Nós já tínhamos imensa coisa preparada. Desde Sopa Sangrenta de Beterraba, Couvert de olhos de mozzarela ensanguentados, Risotto de Cabidela de Galinha, Corações de galinha no espeto com ananaz dos açores, cabeça de carneiro em coentrada.
Depois lembramo-nos: "Chiça, esquecemo-nos dos anos do Xico!" (Dizemos muitas vezes chiça na taberna. Podemos ser taberneiros, mas não esquecemos a boa educação e raramente dizemos palavrões).

Passando aos esclarecimentos sobre a personagem que dá o título ao menu, o Xico é:
  • Um dos melhores clientes da Taberna
  • Irmão de um dos cozinheiros
  • Relações públicas da taberna - é o RP número 325, está ali a meio da tabela, porque temos cerca de 800 e só não temos mais porque tivémos de fechar as inscrições. Toda a gente quer ser RP da taberna, menos os sócios.)
  • Vizinho há muitos anos, menino da alameda
  • Companheiro de equipa a jogar à bola ao fim de semana - Mais vale ser companheiro de equipa que tê-lo a jogar a central a marcar-vos
  • Adversário a jogar street basquet na alameda - aqui não faz mal jogar contra ele porque é lento e não dá tanto pau.
  • um dos nossos melhores amigos que muito nos tem ajudado.
  • faz anos na sexta feira, dia 31
  • muito mais importante para nós que o halloween, essa festa americanizada e estúpida
Por isso decidimos fazer este menú especial para ele:


Melão com presunto
Bombom Valdo
Terrina Campestre com Marmelada 2780
Risotto Preto com cubo de peixe Manteiga
Peitinho de Pato à Yebda

Sobremesa
Creme Brulee de Abóbora de Halloween - Só para mostrar que se quiséssemos, tínhamos feito o menu dos mortos.

E é verdade, não vale a pena virem cá pedir pão por deus. Nós, nestas alturas, somos menos católicos que os comunistas (excepto os comunistas cubanos que continuam a receber o papa).

segunda-feira, 20 de outubro de 2008

Menu Estádio da Luz

O Glorioso continua a dar mais tristezas que alegrias. Mas, quando procurávamos um tema para esta semana, um tema histórico, colocámos no google a data 25 de Outubro. E curiosamente encontramos milhares de acontecimentos históricos internacionais desde os primeiros voos kamikaze em 1944 até ao falecimento do papa Bonifácio em 625. E no meio destes milhares de acontecimentos lá encontrámos um nacional. Inauguração do novo Estádio da Luz em 2003. Nada sobre o Martim Moniz entalado na porta, ou sobre o escurburto do Vasco da Gama quando passou o cabo das Tormentas, ou mesmo sobre o maior Português do século passado ter caído da cadeira. Nada! Qual é a coisa mais importante de Portugal dia 25 de Outubro: a inauguração do novo Estádio da Luz. Vão buscar esta, lagartos! Vão buscar, mas continuem a vir ao restaurante porque apesar de tudo gostamos muito de vocês... quando vêm cá comer e pagam.

Por isso esta semana, fizemos coisas que estão directamente relacionadas com o Novo Estádio da Luz:

Sopa de castanha - porque o Damon Lavelle (arquitecto do novo Estádio) adora castanhas.

Peras em vinho da casa com queijo de cabra - Porque as cores deste prato são o encarnado e o cinzento tipo cimento igual às cores do Novo Estádio

Charuto de bacalhau e manga de avião - Este é um prato dedicado às últimas equipas do Glorioso que não jogaram um charuto

Alheira de caça, salteado de grelos e ovo de codorniz - Este prato visto de um certo ângulo parece o Novo Estádio da Luz.

Faisão com risotto de maça verde e redução de vinha de alhos - Faisão porque é a ave mais parecida com uma águia. Disseram-nos que não podiamos cozinhar águias. Então tentamos uns falcões e depois até corujas. Acabamos no faisão que é quase igual. O risotto de maçã verde para fazer lembrar a relva verdejante do Novo Estádio. Então, visto também de um certo ângulo podemos ver a Águia Vitória a voar em cima do relvado como o faz antes de cada jogo. Quero ver é os lagartos a deixarem um leão à solta no quintal que eles chamam estádio. E boa sorte para a tripeirada arranjar um dragão de komodo.

Sobremesas:

Strudel de maçã bravo esmolfe - Prato preferido dos Benfiquistas emigrantes em Nuremberga.
Baklava - Para lembrar os imigrantes que morreram na construção do Estádio

terça-feira, 14 de outubro de 2008

Menu do Congresso


Esta semana fomos ao Congresso Nacional dos Profissionais da Cozinha. Estivemos lá a aprender alguns truques e manhas. Truques como enganar a ASAE, como evitar que as reclamações cheguem às autoridades, como evitar processos de clientes que tiveram intoxicações alimentares e sobretudo como fugir de clientes que morreram envenenados por nós (é mais fácil do que parece, porque a maior parte deles não dura muito tempo para nos implicar).
De qualquer das formas, vimos alguns pratos confeccionados na hora pelos mais conceituados chefs nacionais. Só para eles verem que nós também deveríamos ter sido convidados para mostrar o que andamos a fazer decidimos influenciarmo-nos por algumas ideias e fazer ainda melhor.

Olhem lá ao que chegámos:
Ceviche de espadarte
Folhado de presunto e figos
Bruschetta de sardinha com pesto de poejo
Bacalhau à Bertílio
Morcela com compota de marmelos
Risotto de linguiça de porco preto

Sobremesa:
Mousse de iogurte com compota de ruibarbo
(e o ruibarbo está caro "pa caraças!!"

terça-feira, 7 de outubro de 2008

Menu Italiano


Esta semana decidimos fazer mais um menu dedicado a um país. Desta vez Itália. Por várias razões. A primeira porque adoramos este país. Segundo porque as únicas alegrias que o Benfica tem dado nas últimas semanas foi ganhar ao Nápoles. Algum de vocês estão a pensar no 2-0 contra o sporting. Mas isso já não é alegria. Quem é que não ganha aos lagartos?
Os clientes habituais da taberna sabem que temos uma inspiração italiana em muitos pratos que fazemos. Deste os mais variados tipos de risotto que já fizemos, que vão de morangos a caipirinha até aos raviolis de sardinha. Por isso esta semana fundimos a base italiana com ingredientes e tempero tuga.

Antipasti:
  • Zucca al forno
  • Polenta fritta croccante con rosmarino e sale
  • Crema di Ricotta
  • Pure de ervilhas e favas com grana padano
Pasta e Altro:
  • Bruschette
  • Gnocchi di patate ai funghi
  • Risotto ai frutti di mare
  • Ravioli di coda di manzo

Dolce:
  • Torta de riso

quarta-feira, 1 de outubro de 2008

Final Chef do Ano



Como muitos de vocês sabem, ficámos em segundo lugar nas meias finais. Depois de alguns dias onde a ansiedade imperou, finalmente soubemos se a pontuação era suficiente para chegarmos à Final do consurso Chef do Ano.

Como todos os clientes da taberna e todos os outros que já provaram o nosso comer, estariam à espera, obviamente que nos classificámos para a final, apesar dos esforços da Máfia Tibetana para nos destruir. (Ver o artigo de há duas semanas sobre o concurso).

Aqui vai um excerto do artigo:

Os menus que obtiveram as três notas mais elevadas foram: de Luís Batalha,
(...); de Nuno Barros, Ravioli de Sardinha com picado
colorido de pimentos assados (entrada), Cubo de leitão, batata baunilhada, puré de
grelos salteados com alho e ar de espumante (prato principal) e Bolo de queijo de
cabra com base de palitos do Marquês e ananás dos Açores caramelizado
(sobremesa); e de José António Niza, (...)

Podem consultar o artigo todo neste link:
http://www.chefecozinheirodoano.com/conteudos/files/Campeao%20Etapa%20Regional%20Sul_1.pdf