terça-feira, 21 de julho de 2009

Último Menu

Este é o nosso último menu antes de fecharmos. A partir de Setembro vamos abrir com um conceito diferente. Desde que abrimos temos sido imitados por muitos. Tanto o conceito, nome, comunicação, etc. Imitados mas nunca igualados. E porque gostamos de ser diferentes e somos uns fashion trenders em termos gastronómicos. Muitas vezes estamos anos à frente e não somos bem compreendidos. Aquilo que fizémos há 2 anos está agora na moda em alguns restaurantes. Sushi está para nós como a Paella para o El Buli. É feito por todos e sem piada nenhuma.

Por isso vamos abrir num formato super vanguardista, que ainda não foi tentado antes como uma pizzaria ou comida chinesa.



Gaspacho melancia e morangos com ar de lichias
Figos com presunto e queijo da ilha em brioche
Atum com feijão frade, compota tomate e pistachio
Triologia de choco
Lombinho de porco, brás de enchidos e crumble de ameixas

quarta-feira, 15 de julho de 2009

Menu Best Of

Está-se a aproximar o fim de mais uma época. Por isso, já um clássico nesta altura do ano, decidimos fazer um Best Of das receitas que fizemos ao longo deste ano lectivo. Alguns de vós estão a pensar que vamos fazer 250 pratos, porque tudo o que fazemos é excepcional. Mas não, nós criámos outro nível acima do excepcional: o 2780taberna!
Esta expressão já está a ficar tão vulgarizada, que até em outros meios, para além do meio gastronómico está a ser utilizada. Ex: 2O Cristiano Ronaldo marcou um golo 2780taberna ao fc porto". Ou: "tivemos uma semana a passar férias nos parques de campismo da Costa da Caparica e apanhámos um tempo 2780taberna". E no outro dia, ouvimos na rua, duas senhoras a falar: "o meu filho, só com 2 anos fala 2780tabernamente bem.

Estamos conscientes que estamos a criar mais dificuldades ao acordo ortográfico. Mas por muito que ministros e secretários de estado nos liguem a pedir para pararmos com isto, nós, contra tudo e contra todos, recusamo-nos a baixar a qualidade.

Por isso o menu desta semana não é excepcional. É 2780tabernamente 2780taberna!

Sopa Melão crocante de presunto
Trio Eléctrico
Amburga de enchidos
Risotto de frutos do mar
Ravioli de bochechas, ameijoas e crocante da ilha

segunda-feira, 6 de julho de 2009

Capa Food & Solutions

Quando aparecemos na capa da Food & Solutions, com a assinatura "Inventar o Futuro: Os jovens que acreditamos", ficamos radiantes, mas obviamente vem nos à memória o título do grande jornal A Bola quando o Nuno Gomes chegou ao Glorioso. Na altura acreditava-se no Nuno Gomes por ser jovem e por ainda ter uma grande margem de progressão. O resto da história já nós conhecemos, mas a nossa ainda está por escrever. E nós não somos assim tão jovens e ao contrário do Nuno Ribeiro que nunca mereceu a alcunha "Gomes", basta vir jantar à 2780 taberna de quinze em quinze dias, para observar a evolução constante.
E a esta evolução está a ser tão exponencial que em breve não será na capa da Food & Solutions que iremos aparecer, mas sim da World Art. Nem o Leonardo da Vinci fez tanto pela arte e ciência como nós fazemos com a comida. E não nos espantaria muito se o Dan Brown decidisse escrever brevemente um Código 2780 taberna.

(é impressão nossa, ou estamos a ficar muita convencidos???)

Mas sobretudo, queremos agradecer à revista Food & Solutions por se lembrarem de nós e nos ter deixado tão contentes, porque a consideramos uma excelente publicação.

sexta-feira, 3 de julho de 2009

Sabores do Expresso

Esta semana, no jornal Expresso (um dos melhores nacionais a seguir a A Bola e ao I) saiu uma crónica sobre as novidades no mundo vínicula. São referenciados vinhos que se beberam aqui na taberna até então. Dizemos "até", porque uma das coisas a que nos propomos é divulgar e dar a experimentar novos vinhos. Assim que eles ficam muito famosos, saem da nossa carta rotativa. E assim aconteceu com este Simply e Monte Cascas que eram deliciosos, mas que por se tornarem muito conhecidos, vamos retira-los.
Como o João Paulo Martins escreve no seu artigo, "nos últimos anos, a avalancha de marcas (de vinhos) foi tão grande que é praticamente impossível acompanhar este ritmo frenético". Para os taberneiros, "Impossível" é que fazemos todos os dias de staff food só para dar de comer aos nossos empregados. A partir da base "Impossível" começamos a cozinhar e a inventar pratos para os nossos clientes. Aliás, dos muitos pratos que nos sugerem, nós averiguamos primeiro e se for possível... não fazemos!
Por isso, respondemos ao João Paulo, que o facto de ter uma carta reduzida e rotativa de vinhos, obriga-nos a constantemente experimentar novos vinhos para vos oferecer posteriormente. É um trabalho duro, mas alguém tem de o fazer! E mais uma vez, os taberneiros sacrificam-se em prol da enologia e gastronomia nacional, provando dezenas de novos vinhos por mês e seleccionar os que consideramos com melhor relação qualidade/preço para os nossos clientes. E assim se consegue "acompanhar o ritmo frenético" do aparecimento de novas marcas.

Se acharem que o texto está mal escrito e com erros, é porque acabamos de vir de mais um prova de vinhos. É que não paramos de trabalhar!